quarta-feira, 4 de abril de 2012

Reitor do IFPA, Edson Ary, tem 10 dias para explicar à Secretaria de Assuntos Tecnológicos do MEC os indícios de irregularidades no pagamento de bolsas PRONATEC.


O Secretário de Assuntos Tecnológicos do MEC, Sr Marco Antônio Oliveira, por meio do ofício nº 147, de 28 de março de 2012, concedeu 10 (dez) dias para o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e tecnologia do Pará explicar os indícios de irregularidades nos pagamentos das bolsas PRONATEC.


Desta vez Ary terá de esclarecer como dezenas de servidores do instituto receberam bolsas, no ano de 2011, se o aludido programa apenas iniciou suas atividades no ano de 2012. No Campus Belém, até hoje, nenhum curso está funcionando, mas as bolsas continuam, religiosamente, sendo pagas.   


Haja planejamento!

7 comentários:

  1. Ei prof Wolgrand, como é que o senhor sabe de tanta informação? o senhor é muito bom mesmo! mete bronca nesse bando de ladrão.

    ResponderExcluir
  2. EXPLICAR O INEXPLICÁVEL. Desvio de dinheiro público não tem explicação...

    ResponderExcluir
  3. Saiu no Reporter 70 de hoje, 05/04, essa denuncia.

    ResponderExcluir
  4. Quero denunciar que tem gente entregando camisas para os alunos de um campus perto de Belém, em troca de votos. José Renato aluno do campus

    ResponderExcluir
  5. "Desta vez Ary terá de esclarecer..." nossaaaa! é tanta denúncia, tanta denúncia, e nenhuma punição.
    não somos bobos. sabemos que coisas erradas estão acontecendo, mas infelizmente é assim que funciona num país democrático: a burocracia impera!, contribuindo para que essa corja continue seus afazeres.
    sou aluna do pronatec 2012, e deveria estar estudando desde o começo do ano, mas até agora não começaram as aulas... é lamentável que a dita "preocupação com a educação", tão demagogicamente falada por nossos representantes e autoridades, seja tratada (como sempre foi) com tanto descaso. enquanto isso acontece, a massa, responsável pela cobrança de resultados positivos, está ocupada assistindo novela, futebol. triste, mas é verdade...

    Ana Carolina SPinelli

    ResponderExcluir
  6. Quero ver como o Edson Ary vai explicar como se executa um projeto de tras pra frente: PAGA - LANÇA EDITAL - PAGA - FAZ INSCRIÇÃO DE ALUNOS - PAGA - ENROLA OS ALUNOS - PAGA - ENROLA O MEC - PAGA - PAGA - PAGA...... Hei! e as atividades do programa? É uma enrolação só. Não alivia Wolgrand, faz o que tem de ser feito, a sociedade agradece.

    ResponderExcluir
  7. André Nascimento- aluno de telecomunicações do IFPA16 de abril de 2012 12:35

    Burocracia não tem necessariamente haver com democracia.
    Creio que falta um pouco mais de informação da população sobre como funciona o sistema e algumas soluções como a prevenção..
    Se nós formos observar, o brasileiro tem uma capacidade muito grande de reclamar mas não discute como resolver, por que não sabe COMO resolver. É muito difícil você discutir uma coisa que você não conhece, se você não sabe como funciona um sistema em todas as suas partes você não tem como discutir uma solução, é como uma pessoa leiga em informática que diz a um técnico: "meu computador está lento", existem infinitas possibilidades do por que, mas só quem vai conseguir "discutir" sobre o assunto até chegar a uma solução é o técnico enquanto que o brasileiro só sabe que o Brasil está "lento" mas não tem como resolver por que não sabe discutir o por que.
    Quem sabe como funciona o sistema de votação? (às vezes é eleito um candidato que teve menos votos que outros, procure saber porque), Quem sabe como funciona o sistema de segurança e saúde pública (Não voltado à prevenção e sim tentando resolver problemas depois que eles aconteceram), ora se você não tem noção de como funciona, o técnico pode te dizer qualquer coisa maluca que você vai acreditar e pagar uma fortuna pelo serviço. Então creio que seja bom conscientizar as pessoas sobre o que acontece de fato e apresentar certas discussões que não se baseiam em boatos como a mídia faz (vendendo a informação como produto), informações essas que o povo escuta, faz um alarde e depois esquece por que "é assim mesmo no brasil".
    No momento em que você for fazer comentários sobre os brasileiros que não fazem nada e só reclamam, procure uma solução e também saber como funciona certas coisas.

    ResponderExcluir