terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Agora chamam um general da reserva (Walmari Prata Carvalho)

Não pretendo desmerecer a qualificação do general, mas acredito que sua preparação objetivou outro teatro de operações. Dizem que buscam um pulso forte para apaziguar a indisciplina existente e maximizada a partir das últimas greves. O general, como qualquer outro coronel de polícia, inclusive da reserva como o general, poderiam todos cumprir a missão, se o problema possuísse como causa o público interno, mas o público interno se assim agem é em razão dos efeitos das causas.
.
General, sua ordem unida reorganizadora deverá começar no Governo do Estado, que é o gerador das causas maiores, provocadoras desta divisão institucional. Para se ter uniformidade comportamental é necessário, que todos sejam tratados com o mesmo deferimento ou indeferimento, mas assim nenhum governo vem fazendo, em especial o PSDB.
.
Sabe general, direitos como a interiorização somente nos é estendido quando arguido na justiça e recebido depois de anos de procrastinação do governo na justiça; direitos transitados e julgados no Supremo Tribunal ainda sofrem recursos de atendimento pelo Estado com o beneplácito da sonolenta justiça; movimentações(nomear e exonerar) de oficiais e praças atendem a pedidos de deputados ou de seus próximos, logo por um preço de subserviência a quem pede ao governo; setores que pagam gratificações permanecem com seus efetivos há décadas sem que a rotatividade estabelecida em regulamentos seja observada(tem gente que até hoje somente aprendeu a abrir portas e servir cafezinhos, logicamente além da babar ovos); promoções esdrúxulas, que não seguem o rito legal, muito menos a precedência hierárquica (os próximos ao poder, quase sempre por esta condição são promovidos à frente de outros ,que são preteridos em seus direitos).
.
Para o senhor ter um gritante exemplo de estapafúrdia recente promoção: ‘’Para a promoção à coronel o único critério é o de merecimento; nossa lei diz que o oficial agregado, seja por qual motivo, somente poderá concorrer pelo princípio de antiguidade, logo nenhum agregado pode constar em quadro de acesso a promoção a coronel; pois é promoveram um agregado a coronel; tínhamos um escalonamento vertical para nossos vencimentos, mas acabaram com ele; existe uma tropa enorme a disposição de poderes e senhores, tente retirar esses servidores e retorná-los para a atividade fim da instituição; a atividade operacional em relação a estas classes especiais de servidores(a disposição de....) não são valorizadas, além de não receberem a gratificação, que os outros recebem eternamente ainda são preteridos aos cursos ou promoções(não generalizando); somente do governo poderia ter saído as ordens(provavelmente de pé de ouvido)das doações de inúmeros carros ,jamais algum PM teria a coragem de doar uma ínfima viatura sem aquiescência do governo maior, imagine aproximadamente 3.000 viaturas, mas ate agora o pau somente encontrou a raia miúda e uma coronel, a arte não poderia começar de baixo.
.
A isto tudo costumo chamar de politicagem institucionalizada que transformou a instituição policial em polícia de governos e senhores, deixou de ser de Estado; isto maximizou-se desde o primeiro governo de Almir Gabriel e vem tomando corpo cada dia mais e por isso a PM está dividida.
.
Em certa ocasião encaminhei ao governo que ai esta, sugestões, entre elas a maneira do relacionamento que deveria existir entre governo e comando PM, infelizmente assessoramentos militares tacanhos e de pouca profundidade preferiram o imediatismo pela politicagem imaginando eles, um retorno eletivo maior, mas quebraram a cara induzindo o governo ou aquiescendo a ele nesta conduta difícil de reorganizar.
.
Acabe General com a politicagem institucionalizada; acabe com os grupos políticos internos; dê os direitos merecidos; oriente as promoções dentro do rito legal; use do regulamento de movimentação; agregue e transfira compulsoriamente para a reserva todos aqueles que, se encontram hoje infringindo esta lei e aqueles que futuramente desejem fazer o mesmo; aproveite a intelectualidade das praças com nível superior aos cursos de oficiais(direito)ou de outra formações acadêmicas aos níveis hierárquicos superiores aos seus; aproveite aqueles com especialização técnica na área de sua especialização; promova a dialética una, pois estamos em uma torre de babel; agrupe todos os oficiais sob uma única diretriz e uma única ideologia que é o institucional miliciano.
.
Dificilmente o governo atendera estas demandas, está acostumado erradamente e o faz por desconhecimento institucional que não pode lhe ser repassado pelo sentimento de um real servidor PM, mas de PMS que sempre se serviram da PM e do governo. Se conseguir a metade disso poderá ter alguma esperança em mudanças, caso em contrário o senhor apenas mais um, e como sei da tempera da maioria dos militares do exército (por lá passei, e, me especializei em ED,Física(Urca)/Manutenção Auto em Deodoro) logo, logo o senhor, por não ser atendido pedira exoneração. O ERRADO É O GOVERNO QUE EMANOU AO LONGO DOS TEMPOS EXEMPLOS ESPÚRIOS, PRINCIPALMENTE A UMA CLASSE MILITARIZADA.....DEIXARAM SEMPRE OS CMTS GERAIS COM PÉ DE BARRO.
.
QUE DEUS O CUBRA DE PACIÊNCIA, TOLERÂNCIA E VISÃO DE SENTIMENTO INSTITUCIONAL PM, PARA PODER SAIR COM EXITO DESTA SINUCA DE BICO... É O MEU DESEJO E DE TODOS OS MILICIANOS, QUE SE CONSIDERAM SERVIDORES PÚBLICOS E MUITO MAIS DA NOSSA SOCIEDADE.
BELÉM 31 DE DEZEMBRO DE 2014.
.
WALMARI PRATA CARVALHO

walmariprata@hotmail.com

4 comentários:

  1. O problema é que a sociedade vive numa especie de expectativas de melhoras na segurança pública...Que acabam por confundir e transferir esse desejo para apenas UM CARGO.
    Então tudo que Walmari disse,deseja e de certa forma transfere....E inexiste pensar!
    Uma gestão se faz com uma inteira coletividade e cooperação....E nao depende apenas de UM CARGO,que ao final estara engessado pela politica.
    Pobre General....à coisas....e muitas coisas...que nao estarao ao alcance dele....E pelo visto ja estao cobrando antes dele sentar na cadeira.
    E a politica que precisa mudar...E o povo que nao aprendeu votar.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns cel Valmari, pela palavras de desabafo.Só nos praças e oficias sabemos onde aperta o coturno. É muito revoltante para nos que fica na expectativa de ser promovido pelo exemplar comportamento durante o período de acesso,e n somos promovidos, pq sabemos que será carta marcada.Infelizmente o Governo acerta a flexa conforme o alvo.Quem é o alvo? São aqueles que bota as duas mãos naquele local para o Governo acerta,o famoso QI. Cel, é revoltante o descasso nos nossos direitos. O Sr faz uma pesquisa no setor de inativos e veja quantos PMs VÃO REVOLTADO para a reserva pq não teve o seu direito (promoção) para poder ter um salário digno para sobreviver o restinho de vida que deus nos dá.Como o Sr sabe, a promoção é a única forma de melhorar nosso salário.
    O Governo não ta nem ai para quem não é promovido.Vou lhe dá um exemplo:os PMs da reserva do Pará que foram convocados atraves de projeto de Lei.Eles recebe dois soldo e tick alimento durante os dois anos E SÓ !!!!ENQUANTO QUE Os PMs de S.PAULO,recebem tudo isso, e no término do contrato, SÃO PROMOVIDOS E VOLTAM PARA A RESERVA.
    Qual a justificativa do Governo de lá, é pq quando estavam na ativa, não tiveram a pespectiva de serem promovidos.ISSO QUE É GOVERNO!!! Abraço cmt. CB velho

    ResponderExcluir
  3. Cel,gostaria de saber pq o cmd da PM não ajuda nos praças nas promocões.Sou convocado e durante está na ativa fui prejudicado nas promoções com essa nova lob tods são promovidos até quando vão p a reserva.Até os PM convocados de s.paulo são promovidos. quando termina seus contratos. Me dê UMA RESPOSTA CB VELHO

    ResponderExcluir