sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Jornal "O Liberal" conseguiu a façanha de encontrar 09 (nove) policiais militares que apoiam Jatene (Ou: “Quem procura sempre acha!”)


De um total que ultrapassa 20 mil homens, o jornal “O Liberal” conseguiu a façanha de localizar 09 (nove) policiais militares que apoiam o candidato à reeleição Simão Jatene. Vejam a foto do “ENORME” contingente de milicos peessedebistas.

.
Como diz o ditado: Quem procura sempre acha!



quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Coligação de Jatene OFENDE A TROPA MILICIANA ao acusar policiais militares de ser IDIOTAS para comprar votos em favor de Helder na frente das câmeras.

A coligação de Jatene acusou PMs de administrarem uma suposta compra de votos em favor de Helder, numa Unidade PM localizada no Bairro do Guamá. O mais interessante é que apesar dessa Unidade PM ser uma edificação com paredes de alvenaria, onde a suposta negociata poderia ser feita com toda segurança, o pagamento irregular teria sido feito do lado de fora da Unidade para que todos os peessedebistas pudessem ver e registrar a ilegalidade.

Segundo a reportagem, a mirabolante compra de votos teria ocorrido no último sábado, 18, oito dias antes das eleições. Como não comprovaram o ilícito com RECIBO DE COMPRA E VENDA, se basearam exclusivamente nas imagens de um vídeo para sacramentar a acusação. Pela foto publicada no jornal do PSDB, “O Liberal”, deu até para ver o VOTO sendo entregue após a contraprestação pecuniária.

Se não fosse período eleitoral e o candidato Jatene não estivesse em desvantagem com relação a Helder nas intenções de voto, poderíamos inverter o benefício da dúvida que os policiais tem direito, mas diante da inconsistência dos fatos e da incongruência da acusação é imperioso inferir que a única coisa certa é que a Coligação de Jatene tratou os militares como idiotas ao julgá-los incapazes de praticar um ilícito com um mínimo de inteligência.

Não faz sentido o Governador, Comandante em chefe da PM, acusar os seus subordinados de serem BURROS.

Tem cheiro de desespero no ar!       


Até onde é possível navegar contra a correnteza no Brasil!? (Ou: "Protógenes e a RODA VIVA")


Caros amigos(as)

Com a fraude na minha eleição/SP para Deputado Federal e a injustiça do STF contra mim, praticada por apenas três Ministros: Teori Zavascki, Celso de Melo e Carmem Lúcia. Perdi a crença nas instituições no Brasil que vive um momento político de inversão total de valores.

Por eu ter levado a prisão o Banqueiro Corrupto Daniel Dantas, que foi condenado a 10 anos de cadeia por corrupção, o STF decidiu contra mim pela perda do cargo de Delegado de Polícia Federal, perda dos direitos políticos e 2 anos e alguns meses de prisão, convertido em prestação de serviços a comunidade. A minha luta contra corrupção se encerra porque estou abatido no campo de uma guerra desigual.

Aqui nesse pais todos(as) que lutamos o bom combate pelo fim da corrupção podem sofrer perdas. Estarei aqui torcendo por vocês que ainda continuam lutando por um Brasil mais justo e que dê exemplo para as futuras gerações. Saúde e Paz.


 Delegado Protógenes

domingo, 19 de outubro de 2014

A Portaria eleitoreira do Comandante da PM (Ou: "Em período eleitoral policiais militares se transformam em COLABORADORES e terão interstícios para promoção reduzidos")

PORTARIA Nº 002, DE 14 DE OUTUBRO DE 2014–PM1/EMG:

Nomeia Comissão para realizar estudo e apresentar proposta para alteração dos interstícios de Oficiais e Praças para fins de Promoção pelos critérios de ANTIGUIDADE, MERECIMENTO e TEMPO DE SERVIÇO.

O Comandante Geral da PMPA, no uso de suas atribuições legais que lhe são conferidas pela Lei Complementar nº 053 de 07 de Fevereiro de 2006, especificamente as previstas no Art. 8º, I e VIII;

Considerando a implementação do Plano “Polícia Militar 200 anos” que, dentre outras medidas, norteia a melhoria da prestação de serviço na corporação;

Considerando que muitos dos avanços pretendidos para nossa Instituição precisam de suporte normativo e doutrinário, tanto para lhes possibilitar amparo constitucional e legal, como para facilitar sua disseminação no corpo da tropa;

Considerando que, dentre outras estratégias do referido Plano, tem-se o prioritário propósito de promover o “Bem estar dos Colaboradores”;

Considerando a necessidade de se adequar as Leis n° 6.669, de 27 de julho de 2004- que dispõe sobre a carreira de Cabos e Soldados-, 5.249, de 29 de julho de 1985 – que trata da Promoção de Oficiais - e da Lei 7.798, e 15 e janeiro e 2014 - que dispõe sobre as promoções de Oficiais e Praças da Polícia Militar - ao referido Plano Estratégico,

Considerando, finalmente, a intenção de se revisar o fluxo de Carreiras dos Oficiais e Praças da PMPA, visando assegurar a consequente progressão funcional.

RESOLVE:

Art. 1º DETERMINAR ao Estado Maior Geral da Polícia Militar do Pará, a realização de estudo e apresentação de proposta para a revisão do Plano de Carreira dos Oficiais e Praças, para efeito de Promoção por ANTIGUIDADE, MERECIMENTO e POR TEMPO DE SERVIÇO; PMPA/AJG Pág. 20BOLETIM GERAL N° 190 – 17 OUT 2014

Art. 2º O EMG terá prazo de 30 (trinta) dias, a contar da publicação desta portaria, para conclusão dos trabalhos, podendo fundamentadamente, ser prorrogado por mais 30 (trinta) dias;

Art. 3º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Registre-se, publique-se e cumpra-se.

Quartel em Belém-PA, 15 de outubro de 2014.

DANIEL BORGES MENDES – CEL QOPM RG 11902
COMANDANTE GERAL DA PMPA