quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Coligação de Jatene OFENDE A TROPA MILICIANA ao acusar policiais militares de ser IDIOTAS para comprar votos em favor de Helder na frente das câmeras.

A coligação de Jatene acusou PMs de administrarem uma suposta compra de votos em favor de Helder, numa Unidade PM localizada no Bairro do Guamá. O mais interessante é que apesar dessa Unidade PM ser uma edificação com paredes de alvenaria, onde a suposta negociata poderia ser feita com toda segurança, o pagamento irregular teria sido feito do lado de fora da Unidade para que todos os peessedebistas pudessem ver e registrar a ilegalidade.

Segundo a reportagem, a mirabolante compra de votos teria ocorrido no último sábado, 18, oito dias antes das eleições. Como não comprovaram o ilícito com RECIBO DE COMPRA E VENDA, se basearam exclusivamente nas imagens de um vídeo para sacramentar a acusação. Pela foto publicada no jornal do PSDB, “O Liberal”, deu até para ver o VOTO sendo entregue após a contraprestação pecuniária.

Se não fosse período eleitoral e o candidato Jatene não estivesse em desvantagem com relação a Helder nas intenções de voto, poderíamos inverter o benefício da dúvida que os policiais tem direito, mas diante da inconsistência dos fatos e da incongruência da acusação é imperioso inferir que a única coisa certa é que a Coligação de Jatene tratou os militares como idiotas ao julgá-los incapazes de praticar um ilícito com um mínimo de inteligência.

Não faz sentido o Governador, Comandante em chefe da PM, acusar os seus subordinados de serem BURROS.

Tem cheiro de desespero no ar!       


Nenhum comentário:

Postar um comentário