terça-feira, 18 de março de 2014

Divergências milicianas (Walmari Prata Carvalho)

As políticas públicas com os efeitos da politicagem em seus atos de projeções salariais concernente a PM; por não observarem o equilíbrio lógico entre as varias faixas da pirâmide hierárquica preterindo umas em relação a outras tem provocado divisões, e, antagonismo observado no burburinho existente, e, nos meios virtuais, passando uma a julgar-se mais importante do que a outra e vice-versa. O fato fez-me recordar, por analogia, uma estória a mim contada, ou lida, não sei quando, ou por quem; tratava-se da luta interna entre os órgãos do corpo humano, cada um querendo ser o mais importante do que o outro. O ânus disse: ’’eu sou o mais importante do corpo, sou quem lida com tudo que não presta se me fechar, tudo para, e, o corpo morre’’; o cérebro respondeu: ’’é verdade, mas, como minha função é fazer o corpo funcionar, antes que ele morra, eu intervenho com uma bolsa de colostomia; ai o coração vendo a celeuma entrou na briga: ’’o mais importante sou eu bombeio o sangue para todo o corpo, se parar o corpo morre’’;o cérebro respondeu:’’é verdade,mas,como minha função é fazer o corpo funcionar,antes que ele morra eu intervenho com um transplante, ou ate mesmo um coração mecânico;e assim vários outros órgãos da mesma maneira manifestaram-se,e,o cérebro sempre apresentava um caminho alternativo de solução,as quais não permitiriam o falecimento do corpo.Querendo dar o final às individualidades egoístas dos órgãos membros de um corpo uno;o cérebro disse: vocês já observaram que, a morte somente é decretada ao corpo depois da falência múltipla dos órgãos,e,finaliza com a morte cerebral. Vocês já observaram que, de mim emana todos os estímulos da mobilidade fazendo as pernas ir numa determinada direção; as mãos não tocarem em fio elétrico desencapado; imaginem se não mandasse esses estímulos ao ânus; não resta duvida sobre a importância de cada um de vocês, mas, vocês podem inclusive sobreviver em outros corpos se transplantados, mas, sempre terão de possuir um cérebro, ou então se transformarem em cérebro para coordenarem todo o corpo humano, ou então sem ele apenas vegetariam deixando de produzir tudo aquilo para o qual o corpo humano foi criado, como constituir família; produzir riquezas ou sustento; ajudar ao próximo; crescer e multiplicar. Ninguém é mais importante do que ninguém, cada um tem sua atribuição. Como corpo uno devemos trabalhar perfeitamente entrosados, pois,se assim não for nossa destinação não será maximizada.
 
A PM é um corpo uno; assim o governo deve entender na implementação de ações publicas; o Chico e o Francisco devem ser tratados com a mesma diretriz. Somos servidores públicos de classe especial denominado Policiais Militares, sem diferenciações salariais, ou regulamentares, apenas patamares hierárquicos. Somos um corpo militar uno, com órgãos específicos, e, atribuições especificas que, se interligam sem poderem se dissociar;assim como o corpo humano,assim como qualquer empresa,sempre terá de existir alguém(todos podem vir a ser), que irradie estímulos objetivando a mobilidade do corpo como um todo. Ninguém é maior ou melhor do que ninguém; agora maior do que todos é a destinação institucional de servir, e, defender a sociedade, este é o objetivo de nossa criação. Quando deixamos as paixões pessoais falarem mais alto ficamos divididos, e, perdemos nossa finalidade. Unam-se, não deixem que ações governamentais esdrúxulas os dividam levando-os aos atritos pessoais, e, a inanição institucional. Este caminho começa na integração de todas as associações e clubes militares.

WALMARI PRATA CARVALHO  

2 comentários:

  1. mais um PM morto.Desta vez foi assalto acorrido na dr freitas com a duque.ESSA É DEMOBABUNCIA QUE O GOVERNO QUER COM MUITA VIOLENCIA

    ResponderExcluir
  2. sou civil e observo de fora meus parentes e amigos praças serem tratados com esse descaso , toda sociedade viu como os oficiais da policia militar combinaram um aumento escondidos camuflados pensando somente em si , hj é dia de voto na alepa e as praças deveriam gritar o brado de egoistas para eles , tambem deveriam aprovar uma operação tartaruga em represaria pois tudo q se vê é sim pura sacanagem com a classe que trabalha e corre risco , a policia precisa de um cerebro ... sim precisa , mas de um cerebro sadio e q tenha honra , se a parte mais baixa o " ânus" são as praças , a merda que sai e vai para seu devido lugar o esgoto são os oficiais que planejaram isso com politicos corruptos em detrimento dos seus comandados .

    ResponderExcluir