segunda-feira, 22 de abril de 2013

UM COITO NO DETRAN (Walmari Prata Carvalho)

Nossa Republica esta sendo maculada por alguns dos representantes de seu povo. Como se já não bastassem os inúmeros e gritantes exemplos de corrupção expostos rotineiramente na mídia nacional constatamos que, os desvios criminosos não ocorrem somente em razão da impunidade ou da oportunidade, fatores que, se corrigidos poderiam recuperar ou reconduzir pela impossibilidade de novo cometimento de ilícitos, os contumazes corruptos. Efetivamente, o problema não se localiza apenas no ambiente, esta impregnada no caráter de alguns. Ao deixarem de perceber a perfeita diferença entre o certo e o errado, e, pela sobrevivência, e, perpetuação de sua condição utiliza destes opostos dentro da conveniência de seu interesse divergindo em sua mensuração no tempo e espaço.

Recentemente um deputado federal declarou em mídia nacional que havia defendido o esposo da Senadora Marina do cometimento de ilícita conduta. Depois o senador Mario Couto utilizou a TV Senado para em cadeia nacional propalar que, seu cofre encontra-se abarrotado de documentos, dando a entender que se trata de documentos comprometedores a pessoa de Jader Barbalho. Logo em seguida apresentou versão, aparentemente ainda não comprovada, de conduta indevida de um magistrado,que havia lhe contraditado.

Caso estejam com fanfarronice cometeram quebra do decoro parlamentar. Caso estejam falando a verdade foram omissos ou coniventes em algum momento de suas trajetórias.

A recorrente denuncia, e, o esbravejar de dedo em riste dão a aparência de propaladas, por incólume servidor publico, na condição de representante do povo, sem maculas, ou telhado de vidro. Contraditoriamente a este painel construído pelo senador, rotineiramente somos surpreendidos com acusações nada condizentes com a postura sempre apresentada de paladino da moral. Foi assim com o caso da Assembléia (tapioca), e, agora mais recente com o financiamento dos salários dos atletas de seu clube por parte do DETRAN. Publicamente atribuem ao senador o poder de abrir ou fechar a porteira do DETRAN, se assim for à responsabilidade maior é de quem lhe deu a chave da porteira. Por outro lado, parece-me historia repetida a postura do senador. Recordo-me ter assistido o mesmo tipo de postura na tribuna do ex-senador Demóstenes Torres (salvo engano). Pelo andar da carruagem poderemos ter um final idêntico. Lamentavelmente.

Os fiscais da lei ou mesmo seus irrepreensíveis pares podem aproveitar a oportunidade para depurar esta privilegiada classe;ou que o governador troque a fechadura da porteira do Detran.

Belém 22 de abril de 2013.

WALMARI PRATA CARVALHO

 

Um comentário:

  1. Eu tenho certeza q nada vai acontecer com o Senador Mário Couto,
    mais eu gostaría de pedir aos eleitores paraenses, para não votar nesses políticos q tem ficha suja...políticos não, esses são os verdadeiros vagabundos....o PSDB tería q tirar 1 vagabundo desse de rota...1 Aviso ao Governador Simão Jatene, nunca foi tão fácil o Sr ganhar eleições como o Sr ganhou de Ana Júlia, e o Sr tem tudo para ser reeleito, mas agora cuidado com esse seu amigo Mário Couto q ele pode lhe queimar, saia de perto desse Homem Governador...

    ResponderExcluir