segunda-feira, 1 de abril de 2013

Hilárias passagens da caserna V: A surpresa do general (Walmari Prata Carvalho)

Quando iniciei minha carreira militar em 1970, cursei o núcleo de preparação de oficiais da reserva do exército, o nosso NPOR. Deste período relembrarei uma das Hilárias Passagens da Caserna, a de numero V.
.
Existia naquela época um segundo sargento da ativa do exército, que alem de ser admirador ferrenho da bebida alcoólica destilada, fermentada ou inventada era possuidor de um senso de humor a toda prova, e, como tal sempre aprontava alguma condição hilária para que todos rissem.

Certa ocasião encontrava-se este sargento como comandante da guarda do 2º BIS, localizado na Avenida Almirante Barroso, local onde também se localizava o nosso NPOR.

Neste mesmo período a região, que na época ainda possui seu comando situado em nossa capital possuía um general comandante linha dura, assemelhado ao famoso alcunhado de Peixe-Agulha.

Este general possuía o costume de, na calada da noite surpreender sentinelas e guardas desatentos; diziam que chegava ate mesmo a rastejar para flagrar a sentinela dormindo.
Quando em seu intento conseguia o êxito do flagra, no mínimo o transgressor pegava 30 dias de cadeia. Pois bem, este militar seguidor de Caxias.

Forma o quadro do painel do caso; continuo dizendo que, a casualidade do serviço do sargento e o rotineiro costume do general se cruzam, pois, neste exato dia, o general resolveu fazer uma das suas famosas visitas madrugadoras a guarda do 2º BIS pegando a mesma de surpresa que, não conseguiu entrar em forma para a entrada do general.
.
Depois de muito esbravejar na cabeça de todos,em especial na do sargento sobre os deveres,e,obrigações da guarda,e,dos seus direitos como general;grita em ordem esbravejante ao sargento ‘’Sargento...coloque esta merda em forma e me apresente’’.O sarcástico sargento,não se fez de rogado,e,comandando a tropa proferiu a ordem ‘’Merda sentido,merda descansar,merda sentido...pronto general..sargento fulano apresentando a merda em forma pronta em sua homenagem’’.

O velho general pigarreou,enquanto todos imaginavam já a prisão iminente do Sargento. Depois do susto, e, dos costumeiros conselhos (no jargão militar se chama mijada) ao sargento, se viu obrigado a reconhecer mesmo intimamente haver colaborado com o perspicaz sargento, e, deu meia volta partindo da unidade, mas, para quem observou melhor o velho militar pode perceber um sorriso entre dentes em sua boca. Escapou um descuidado sargento, em razão de haver levado um sorriso ao coração de um ranzinza general, mesmo que inobservadamente.

Depois, conto outra, desta feita referente ao aluno trovador Camilo Delduque. Agora quem souber que conte outro caso.

Walmari Prata Carvalho

 

8 comentários:

  1. Nem li teu texto seu R2 nojento, odeio os R2 esses caras não podem mandar em nós combatentes.

    ResponderExcluir
  2. Leu sim, complexado frouxo, e, covarde. Te revoltas por perceberes que não possui intelecto para comandar, e, provavelmente bem pouco para escrever, pois, apenas despejas uma ira irracional sem estruturação lógica e racional no que dizes, aparentemente pelo amargor das ínfimas e infelizes palavras deves ser de uma ACADEMIA, a qual deve ter aproveitado o substrato do intelecto para te aprovar.Deves ter sido o fona em teu curso de formação,e,deves ser considerado pelos que te comandam como uma peça fuleira,e,desprezível,e,ainda para poder existir tanto ódio no teu coração por um fato cuja tendência é acabar,mesmo considerando grandes feitos do passado,e,sem disparidades comparativas no espaço temporal,somente estando tua pessoa relegado profissionalmente,e, inclusive familiarmente aos quintos do inferno.Cria coragem,busca apoio psicológico,procura por Deus,e,se ainda assim te faltar norte me procura que te orientarei,estas realmente precisando ser incluído socialmente.Precisas sair do teu anonimato,produzir algo que te mostre operante,caso em contrario continuaras carregando o ódio no coração que somente te faz mal,e,não te permite servir ao cidadão.Coitado de ti,coitada da tua família,que exemplo péssimo és para a sociedade,que camarada desprezível de caserna representas...infeliz policia militar.

    ResponderExcluir
  3. porque você não põe as histórias das sacanagens que você fazia com seus subordinados em WAL30
    Sou SD mas o que eu ouvi sobre você...,minha nossa senhora.
    Dizem os historiadores, '' uma sociedade que quer evoluir no futuro; não pode esquecer do seu passado''.
    E você Wal30, é um passado nefasto da polícia militar (época das trevas mesmo), que deve ser deixado pra tras, mas nunca esquecido. Passado esse que deve ser lembrado pelas coisas ruins que fez, e que essas coisas nunca se repitam.
    Você pode escrever o tanto que for, mas seu passado sempre será sua marca, não tem jeito.

    ResponderExcluir
  4. Lamentavelmente te deixas levar pelo que ouviste falar.Quando escrevo não escondo meu passado,dele tenho orgulho,pois,tenho consciencia do que fiz pela instituição,e,não foi pouco,entre elas limpa-la de covardes anonimos com tu.Eu estou a cores apresentando o que sou.Tu discorda por ter ouvido,e,assim mesmo te escondes no anonimato.Falas de R2,e,escreves no blog de um.Pelo jeito não és nem mesmo oficial como no principio imaginei.Vais morrer amargurado acreditando no que ouves,sem mesmo construir uma historia,pois,tudo que fizeres como anonimo lá ficará.Sempre usaras redeas,pois,teu conhecimento,tua capacidade,tua coragem de frouxo escondido,jamais te levara a nada,talvez nem condição de te submeter a um concurso para progredir,não te submetas por falta de qualificação.Vives com o amargor no corpo,jamais ascenderas em nada.Carrega tua carga camaleão desqualificado covarde.

    ResponderExcluir
  5. Comandante conte suas historias do período em que esteve no comando do 5º BPM.

    ResponderExcluir
  6. Qual a que desejas ouvir: 1º A que recebi a unidade instalada em uma tosca residência próxima a feira municipal, e, a entreguei no melhor quartel do interior ate hoje construído. 2º Que formei a primeira turma de cabo no interior do estado. 3º Que formei a primeira turma de soldados na PM do Pará com o segundo grau completo. 4º Que comecei a construção do quartel sem recurso estatal, contando apenas com a ajuda dos empresários e de todo o efetivo do 5º BPM, lançando a pedra fundamental, construindo todo alicerce, instalando o poço artesiano, instalando luz elétrica com transformador, construindo as paredes externas de todos os blocos, e, a laje as paredes e a cobertura do primeiro bloco. 5º Que construímos u’a maloca para servir como palco de instrução.6º Que não obstante a construção já feita por nos,sempre que o governador Helio Gueiros visitava um dos municípios sob nossa jurisdição,eu me fazia presente pedindo que concluísse a obra,e,de tanto pedir consegui que encampassem a construção.7ºQue realizava um dos melhores natais da PM com distribuição de inúmeros prêmios dentre eles geladeira,bicicletas,televisões,fogões etc,alem de farta alimentação.8ºQue possuíamos uma horta que alem de suprir a unidade servia para complementar a sopa da merenda.9º Que os soldados do PM BOX e da guarda recebiam pela noite leite de gado.10ºQue o policiamento de transito encontrado desmoralizado,se fez respeitar,e,ninguém andava sem capacete no centro de Castanhal.11ºQue nunca tivemos um assalto a banco em razão do tipo de policiamento no centro comercial de Castanhal.12º Que sempre impedimos fuga da penitenciaria de Americano,e,quando essa ocorreu realizamos a prisão do detendo fugitivo que foi o maior assaltante de banco que este estado já teve,o Jefferson,foi uma operação gigantesca com uso inclusive de helicóptero,e,em decorrência todo o efetivo do batalhão foi elogiado.12ºQue todas as operações de reintegração de posse foram feitas com pleno êxito,e,a principal de todas da Fazenda Vale do Capim onde usamos tbm helicóptero,e,eu escrevi um panfleto mostrando o lado jurídico do feito,e,comandei pessoalmente,foi elogiada inclusive por órgãos de esquerda ligados ao MST.13ºSabias que vagabundo respeitavam o Policial do Batalhão.13ºQue a ordeira tropa do batalhão me fez receber o Titulo Honorifico de Cidadão de Castanhal,de bons serviços prestados dado pelo CODEC,pelo Lyons.14º Que para ter uma tropa ordeira necessitei expulsar algumas vasilhas podres que estragavam o resto da tropa,e,sua moral,assim como alguns anônimos maliciosos.
    Espero ter suprido sua necessidade de saber o que fiz no 5º BPM, listei apenas algumas passagens que considero como acertos.Quanto aos meus erros devo ter cometidos muitos,devem ter servido para futuros acertos que também foram muitos,ou mesmo para meu aprendizado pessoal,deles não me recordo serviram apenas para meu aprendizado,porem,caso alguém deles se recordem,estão desde já autorizados a argüirem minhas responsabilidade sobre tais fatos,porem,solicito que o façam diretamente aos órgãos responsáveis em analisá-los,e,com a competência de apontar culpabilidade,assinando o que aponta,assim,como quando mostro os deslizes de algum setor,assino,quem não assina apenas faz fofoca,e,calúnia os outros.PRONTO,ESPERO TER ATENDIDO,AGORA ME ATENDA,MOSTRE-SE.

    ResponderExcluir
  7. Muito ao contrario do que imaginas Coronel, ser um praça não significa estar estagnado no tempo. Um praça passa por concurso assim como qualquer outro f.público, no meu foram 30 pra uma vaga.
    Tem muitos praças que procuram estudar por fora, porque sabem que se forem depender da policia, terão que esperar 10 anos pra virar cabo, porque a polícia Não oferece cursos pra progressão de carreira de SD´S.Premiando a preguiça e acomodação de quem só sabe marcar passo no mesmo lugar.

    ResponderExcluir
  8. Sempre foi isto mesmo que sempre desejei a todos os praças que serviram comigo.Punia os que mereciam ser punidos sim,entretanto,estimulava,e,facilitava aos que desejavam estudar.Quando me reportei a esta condição de impedimento ao conhecimento,referia-me especificamente a sua pessoa,mas,jamais generalizaria algo que defendo,e,se atribui a tua pessoa,foi em decorrencia de jamais imaginar que alguem que detenha o conhecimento,que procura o crescimento pessoal,se permita paralelamente deixar-se levar por ouvir falar,nem mesmo odiar R2, que nada devem em conhecimento aos demais oficiais.Normalmente quem detem o conhecimento cresce como pessoa.Suas palavras demonstram que vc não cresceu,mesmo que tenha obtido o conhecimento.Me atacou sem me conhecer,só por ouvir falar,e,assim mesmo captou errado,pois,em decorrencia de ser um oficial linha de frente,e,rigido era conhecido como MalWari,e,não Wal 30,apesar de haver dado muitos 39 dias de prisão a marginais fardados fato sobre o qual não me arrependo.Encerrando este dialogo,só me resta te desejar que te aprimores realmente e creças como profissional,entretanto,como ser humano necessitas corrigir teu amargo coração,e,tua capacidade de analise,te permitindo escutar as duas vertentes das historias para depois sim tirares tuas conclusões.Conclusões precipitadas nunca são justas,e,podem prejudicar terceiros,e,principalmente quem as emite,logicamente desde que ele tenha etica,e,consciencia de seus erros.FICA COM DEUS,e,assim mesmo obtenha sucesso compativel com o conhecimento academico que tenhas amealhado.

    ResponderExcluir