domingo, 9 de dezembro de 2012

A FÁBRICA VW E A CONCESSIONARIA "GRANDE BELÉM", DA VOLKSWAGEN, PREVARICAM. (Walmari Prata Carvalho)

Na qualidade de consumidor adquiri na concessionária GRANDE BELÉM, dois automóveis gol Geração V, 1.0, modelo 2009. Dentro de pequeno prazo, necessitei procurar a empresa, pois, bati o que dirigia, em decorrência do endurecimento e falha dos freios. Apos os reparos a empresa chamou-me para a realização de recall nos dois veículos. Este procedimento foi realizado inúmeras vezes nos dois carros sem êxito. Como não corrigiram o defeito, solicitei a substituição dos veículos, mas, não me atendeu, fato que me obrigou a procurar a justiça. Decorridos 51 meses do andamento do processo, a empresa me procurou sugerindo um acordo. Depois de replicas e treplicas concordamos num acordo, onde inclusive a empresa, via seu funcionário de nome Mardoqueide, devidamente assessorado pela advogada da empresa remeteram email aprovando-o. Ato continuo, e,as vésperas de audiência jurídica,em franco, ratificado,e,continuado desrespeito a empresa diz não mais existir acordo em decorrência da FABRICA DA VOLKSWAGEN não haver concordado em dividir com a concessionária os prejuízos.Se esta moda pega,quando compramos feijão estragado num supermercado teremos de ir atrás do agricultor, que o plantou.
Na realidade este defeito é oriundo de fabrica, e, ocorreu em alguns carros da linha VW, em especial no Gol 1.0 Geração V, modelo 2009. Alguns veículos chegaram mesmo a provocar acidentes em decorrência do endurecimento do pedal dos freios. A freqüência da falha diverge de veiculo para veiculo, mais ou menos acentuada. A grande maioria apresenta esta falha em raríssimas ocasiões propiciando susto ao motorista que, pelo tempo de não ocorrência do defeito fragiliza a atenção. Na realidade o proprietário deste especial automóvel devera dirigir com extrema e continuada atenção, pois, as ocorrências do endurecimento dos freios são esporádicas.
A VW através de suas concessionárias em todo o Brasil realizou inúmeros recalls, analisando o produto fabricado através do aparelho eletrônico SCANNER (VAS), o qual não detecta a falha, uma vez que, na ocasião da feitura torna-se praticamente impossível testar-se o veiculo nas especiais, esporádicas, variáveis, e, inopinadas condições em que tais falhas ocorrem.
Esta inopinada falha, na maioria das vezes, ocorre com o motor ainda frio, e, em baixa rotação, mas, isto não quer dizer que não ocorra em outras condições, e, em todos os carros da mesma similaridade. Os setores de oficinas das concessionárias, mesmo se deparando com a ainda não condição técnica de a exatidão confirmar as causas do defeito, se permitem atribuir ao Comando de Injeção produzido pela fabrica Morele (fabrica esta ligada a FIAT), e, utilizado no carro, a origem das causas. Notórias foram às mudanças nesta linha,que mesmo lançando o GOL Geração VI,mantiveram quase que idêntica a anterior suas linhas externas, entretanto, trocaram o tipo de motor, e, o Sistema de injeção passou a ser Bosch, em substituição a Morele.
Me junto com esta a inúmeras manifestações colhidas entre centenas postadas na internet de consumidores deste mesmo produto, que sofrem pela mesma insegurança do sistema de freios de seus carros, e, da falta de solução da parte da parte da concessionária que os vendeu,esperando que a fábrica ou a concessionária revejam suas condutas, antes que a justiça assim determine.
 SOLICITO QUE REPASSEM E DIVULGUEM ESTA CONDIÇÃO
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário