domingo, 11 de novembro de 2012

Não foi o caso extraconjugal que levou o Diretor da CIA a pedir demissão, mas a repercussão moral que esse tipo de conduta possui naquele país. No Brasil, os transgressores somente deixam os cargos públicos presos e algemados.

David Petraeus pediu para deixar o cargo após romance com Paula Broadwell vir à tona
 
 
 
Apenas dois dias após sua reeleição, Barack Obama aceitou nesta sexta-feira a demissão do diretor da CIA, David Petraeus, que pediu para deixar o cargo devido a um caso extraconjugal, na última quinta-feira. Na carta de demissão, Petraeus disse que ter um caso fora do casamento foi um “comportamento inaceitável”. Paula Broadwell, autora da biografia de Petraeus, seria sua amante, segundo a revista “Slatest”.
.
Fontes da área de segurança revelaram à Associated Press que o affair foi descoberto durante uma investigação do FBI, e Paula estaria, agora, na mira dos investigadores. A traição é tabu nos meios de inteligência – o espião-chefe dos EUA estaria vulnerável a chantagens se o caso fosse descoberto por um inimigo. O diretor era um dos nomes cotados para permanecer no governo. Mike Morrell, vice-diretor da CIA e um oficial de longa data, irá ocupar o cargo como diretor interino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário