sexta-feira, 16 de novembro de 2012

A Acupuntura e o exercício do poder

O juiz Joaquim de Almeida Neto, do 9º Juizado Especial Criminal da Barra, no Rio de Janeiro, mandou arquivar processo do Conselho Regional de Medicina (CRM) contra o chinês Yu Tim, que exerce Acupuntura desde 2004. O CRM alegava que, no Brasil, Acupuntura é atividade privativa de médico. Mas, segundo o magistrado, não há legislação que determine isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário