quarta-feira, 10 de outubro de 2012

SE FRITAREM QUEIMAM A MÃO (Walmari Prata Carvalho)

A coluna Repórter Diário de hoje do Jornal Diário do Pará, em seu tópico intitulado FRITURA dá conta da insatisfação da oficialidade da PM em decorrência das recentes promoções. Publica a coluna que o governador inclusive já tem no colete o nome do novo comandante geral. Se realmente procede a noticia é de se lamentar, assim como também é de se lamentar que existam preteridos na promoção em questão que agora, e, apenas oficiosamente arguam seus direitos ao eco e ao sabor do murmurinho que acabam midiaticamente públicos. Não devemos esquecer que ao crivo da escolha da CPO passaram, ou deveriam ter passado, e, posteriormente ao CMT GERAL, e, ao Governador que definiu. Ao lado do governador como orientador na área existe um Chefe da casa Militar, logo, se houve erros, ou predileções, não devem culpar unicamente o CMT GERAL. Alguém mais deve reconhecer o erro, por dolo ou culpa.

A bem da verdade, desde Almir Gabriel, tais promoções transformaram-se num balaio de gatos, onde os promovidos quase sempre eram os angorás próximos,ou alinhados ao poder.
Os governantes que se sucederam desde Almir deveriam ter em mente que a ascensão funcional é um direito do servidor qualificado, e, sua inobservância prejudica o comandamento da instituição, e, principalmente a prestação de serviço a sociedade.

Não desejando valorar nenhum governador preciso exemplificar conduta governamental que, mesmo elegendo os desejos do governante como prioridade, não trazia prejuízo a ninguém em seus direitos. Refiro-me ao ex-governador Jader Barbalho, que mesmo tendo seus preferidos no fim de fila elevava-os a condição de promoção, mas, do mesmo modo conduzia todos que em sua frente estavam. Logicamente que não era uma atitude legal, entretanto, menos imoral das atuais (se realmente assim foram, como noticia os jornais), e, nelas o prejuízo não recaia nos ombros de nenhum servidos, mas, os ônus ficavam com o Estado.
Gostaria de ainda ver um governo imparcial nesta efetiva situação deixando de lado o ditado que diz ‘’MATEUS, PRIMEIRO OS MEUS’’.

Belém, 10 de outubro de 2012.
WALMARI PRATA CARVALHO.

walmariprata@hotmail.com

4 comentários:

  1. Os oficiais da pmpa tem é que trabalhar na rua e fazer por merecer os seus salários, e não ficar só tirando expediente e deixar o serviço operacional nas costa dos CABOS PM. Outra esses soldados que entraram a pouco tempo na pm, tambem tem que trabalhar e não ficar se escondendo em serviço administrativo e orgãos público com medo de tirar serviço de rua, se espelhem nos CABOS PM e não se acovardem. Quero ver a situação que a pm vai ficar quando esses combatentes forem para a resrva!

    ResponderExcluir
  2. a situação vai melhorar muito, o que tem de cabo velho fazendo merda na rua não ta no gibi.
    E se os novinhos estão indo pra área administrativa; é por culpa dos oficiais, pois todos passam por curso de capacitação e não tem dessa de não poder tirar serviço de rua, se isso está acontecendo é porque os lideres da tropa são fracos.

    ResponderExcluir
  3. TEM É QUE APROVAR A NOVA LOB PARA CORRIGIR A MERDA QUE O ANTIGO CMT GERAL CEL LEITÃO E SUA CURRIOLA JUNTO COM A PIADA DA EX GOVERNADORA ANA JÚLIA FIZERAM INCHANDO O QUADRO DE SGT, SE IGUALANDO AO ANTIGO CMT QUE EM 94 INVENTOU O CFS PARA CIVIL O QUAIS HOJE EM DIA SEGURAM O QUADRO DE SUB TENDO MAIS 12 ANOS P/ CUMPRIR, VAMOS MORRER 3 SGT GRAÇAS A ESSAS MENTES BRILHANTES DO PASSADO!

    ResponderExcluir
  4. Realmente anônimo de 15/out 19:33 ,esta visão apresentada entre outros equivocos correspondem ao embroglio bastante prejudicial a todos,e,que necessita ser corrigido,caso contrario jamais fluira a carreira;realmente aludidas mentes,neste especifico caso,jamais foram brilhantes,mas,opacas institucionalmente,provavelmente em decorrencia da subserviencia a politicagem, onde o interesse prevalece a necessidade estruturada nos anseios internos.

    ResponderExcluir