domingo, 16 de setembro de 2012

Candidatos denunciam fraude no concurso da Polícia Civil (extraído do Blog da Franssinete Florenzano)




 
Hoje, durante a prova objetiva do concurso para delegado de Polícia Civil em Belém do Pará, na Escola Estadual Eunice Weaver (Rodovia Artur Bernardes/Rua Capricórnio s/nº - Pratinha I) o pacote de provas da sala 16, período matutino, que deveria estar lacrado, chegou com dois rasgos e a primeira prova de um dos pacotes sem o grampo, rasgada e amassada, ficando nítido ter sido extraída cópia reprográfica.
 
Os candidatos tiraram fotos tanto do pacote quanto da prova e chamaram a polícia civil - que esteve lá, mas não impediu o andamento do certame. Questionados, os fiscais nada fizeram. Amanhã os candidatos irão ao Ministério Público denunciar o fato e pedir providências. Não à toa, todos estão revoltados. Afinal de contas, se prepararam. Investiram dinheiro e tempo em cursos, inscrição, abriram mão de lazer e até de reuniões em família. Confiram a imagem feita pela candidata Bianca Torquato Burlage, que veiculou a denúncia no Facebook.

6 comentários:

  1. Acredito que uma instituição séria como a Polícia Civil do Estado do Pará não vai ficar de "braços cruzados" diante desta situação. Acredito também que o MPE não permitirá o prosseguimento deste certame, que além de duvidoso, foi totalmente avacalhado, imundo e ridículo, uma total falta de respeito com o candidato que se preparou
    e investiu para fazer esse concurso. Temos que protestar e repudiar atos irresponsáveis como esses! Esse concurso DEVE ser cancelado!!!

    ResponderExcluir
  2. http://blogdojcampos.blogspot.com.br/2012/09/concurso-para-delegado-da-policia-civil.html#comment-form
    Meu comentário esta abaixo da denúncia, fui testemunha da abertura dos malotes.
    Se essa prova que estava amassada e rasgada é do colégio Mário Chermont , então começo a ter certeza que houve fraude. Quem fizer denúncia na PC/MP pode me colocar como testemunha. Só não poderei ir até o Pará para prestar depoimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Henrique, vc poderá ser ouvido via precatório.
      Por favor, entre em contato conosco.
      41 9652-5072 provalimpa@hotmail.com

      Att

      Herbert Almeida
      OAB/PR 29992
      www.provalimpa.org

      Excluir
  3. Bom dia!!!
    Lamentavelmente á aplicação da prova foi vergonhosa....
    Realizei a prova em Belém no Campus III UEPA de educação fisica.
    Ocorreu um absurdo na aplicação da prova!!! Das 7:30 ás 11:30 ficaram estacionados, em frente a UEPA, carros com aquelas caixas de som e, um trio elétrico, tocando a música "tu tu tu tcha tha tha" de um candidato a prefeito e um vereador, sem contar os fogos de artifícios. Não adiantou chamar a policia militar e civil, pois é evidente que quem manda são os políticos da região. Todos estes fatos ficaram anotados em ata.
    Eu não consegui realizar a prova corretamente, devido o barulho!!
    Sou de São Paulo capital e nunca passei por isso. Falta de respeito e, evidentemente que isso beneficiou os demais concorrentes que não estavam no Campus III.

    ResponderExcluir
  4. Fiz a minha prova para Escrivão no Município de Altamira, eles entregaram as prova e não estava em evelope lacrado as prova já estavam totalmente soltas em sima da mesa e não timha envelope algum, para dizer que as provas não foram violadas,,,

    ResponderExcluir
  5. Além de tudo já falado a Escola Eunice Weaver fica apenas há alguns metro do aeroporto, imaginem como se concentrar com aviões subindo e descendo, sem contar com os carros sons de politicos da cidade.
    Ressalte-se também que na referida escola não tinha água em bebedouro e sequer para comprar água mineral, bem como, a cada mulher que ia no banheiro era preciso que um homem (serviços gerais) levasse um balde d´água para jogar no vaso. Água nem para beber quanto mais para higiene. Foi o Caos.

    ResponderExcluir